Associação Junguiana do Brasil 25 Anos

Monografias

Voltar

Autor: Fonseca, Anahy Fagundes Dias
Título: A Função Religiosa da Psique: a Dimensão Espiritual na Psicoterapia como Caminho de Cura da Alma
Ano: 2014
Orientadores: Clenir Bueno

Os psicoterapeutas, atualmente, são chamados, cada vez mais, a refletir sobre a importância da alma e da espiritualidade. Problemas como desespero, vazio, desesperança e falta de conexão com os outros são frequentemente expressos em psicoterapia nos nossos dias. Portanto, nos perguntamos, constantemente, como melhor ouvir a alma de nossos pacientes. Jung ensina que devemos manter uma escuta livre de preconceitos, entendendo que cada um de nós possui uma trajetória espiritual única e a ela precisa ser fiel. Ele descobriu que “ideias emocionais maiores e universais” como a existência de Deus, por exemplo, são elementos estruturais da psique e, portanto, necessárias ao seu funcionamento normal. Identificou que a psique tem uma função religiosa intrínseca, uma tendência natural e espontânea a produzir experiências religiosas. Os símbolos do Self, que ocorrem nos sonhos, por exemplo, são reconhecíveis por suas qualidades numinosas ou espirituais, já que elas suscitam emoções de reverência e mistério. Assim, ao encontrar o sagrado profundamente enraizado no nosso interior, através da exploração cuidadosa de nossos sonhos, visões, produções criativas, fantasias ou reflexões sobre nossa própria história - como ocorre numa psicoterapia que contemple o referencial da psicologia analítica -, desenvolvemos uma atitude verdadeiramente espiritual que nos permite melhor compreender (e elaborar) o sofrimento humano, o mal e as experiências transpessoais sem a necessidade de recorrer a sistemas “doutrinários” externos e, portanto, com menos risco de sermos “capturados” pelo coletivo cedendo às pressões do ego. Desta forma, abrimos caminho para uma espiritualidade mais madura, para a vivência interna de integração do sentimento de conexão e propósito que tanto buscamos e que é gerador de sentido para a existência. Enfim, para a cura de nossas almas.

Instituto de Psicologia Analítica de Campinas
Instituto C.G. Jung Minas Gerais
Instituto Junguiano do Paraná
Instituto Junguiano do Rio Grande do Sul
Instituto Junguiano do Rio de Janeiro
Instituto Junguiano de São Paulo
Instituto Junguiano de Brasília
Instituto de Psicologia Analítica da Bahia

Associação Junguiana do Brasil - AJB - Todos os direitos reservados

Rua Cardoso de Almeida, 1005, casa 6
CEP 05013-001 – Perdizes – SP
www.ajb.org.brajb@ajb.org.br

by Elav