Associação Junguiana do Brasil 25 Anos

Monografias

Voltar

Autor: POST, Corina
Título: Perda, dor e amor - O resgata da alma
Ano: 2010
Orientador: Gelson Luis Roberto

A alma, quando se fragiliza, tende a se expressar de várias formas, tais como imagens de perdas, estados sombrios, dores, sintomas e patologias. Esses estados, do ponto de vista psicológico, evocam imagens de deuses. Assim, o sofrimento, sendo uma maneira de nossa alma se expressar, representa a necessidade de uma mudança de perspectiva. Além disso, a percepção dos momentos de perda e a patologia podem ser vistas como metáforas que sugerem um caminho que pode conduzir a um sentido, a um significado. Para isso, o indivíduo precisa ser atingido, despertado para o valor dessas vivências, flechado por Eros, força fundamental do mundo, coesão, amor, qualidade que impulsiona a ação. Sendo necessário o contato com o outro, a troca, tornando-se a alavanca que canaliza o retorno à unidade, ao resgate da alma.

Palavras-chave: Perdas – Patologias – Daimon – Eros – Resgate da Alma

Instituto de Psicologia Analítica de Campinas
Instituto C.G. Jung Minas Gerais
Instituto Junguiano do Paraná
Instituto Junguiano do Rio Grande do Sul
Instituto Junguiano do Rio de Janeiro
Instituto Junguiano de São Paulo
Instituto Junguiano de Brasília
Instituto de Psicologia Analítica da Bahia

Associação Junguiana do Brasil - AJB - Todos os direitos reservados

Rua Cardoso de Almeida, 1005, casa 6
CEP 05013-001 – Perdizes – SP
www.ajb.org.brajb@ajb.org.br

by Elav