Associação Junguiana do Brasil 25 Anos

Monografias

Voltar

Autor: MACHADO, Zilda Maria de Paula
Título: Saudade na Alma enlutada
Ano: 1996
Orientador: Priscila M. Castrucci

Este trabalho procura compreender a importância da saudade no luto, dado que o conforto com a morte é inerente ao processo de individuação, e está presente em qualquer situação analítica. Através da observação ficam claros dois tipos de saudade: Saudade externa e concreta, voltada para o objeto da dor, e saudade interna e simbólica, voltada para a internalização do objeto.

A interrelação entre dois tipos de saudade é discutida através das seguintes operações alquímicas: mortificatio, calcinatio, solutio, coagulatio, separatio, sublimatio e coniunctio.

Durante a elaboração da perda, duas forças lutam em sentido contrario: por um lado, para o inconsciente a morte é uma etapa natural da vida; por outro, para o consciente, pelo menos na nossa cultura ocidental, a morte é sentida como interrupção da vida. È a saudade que vai ajudar a aproximação e confrontação destes opostos, fazendo surgir a função transcendente, que tem por objetivo restaurar o equilíbrio no nível psíquico e energético.

Instituto de Psicologia Analítica de Campinas
Instituto C.G. Jung Minas Gerais
Instituto Junguiano do Paraná
Instituto Junguiano do Rio Grande do Sul
Instituto Junguiano do Rio de Janeiro
Instituto Junguiano de São Paulo
Instituto Junguiano de Brasília
Instituto de Psicologia Analítica da Bahia

Associação Junguiana do Brasil - AJB - Todos os direitos reservados

Rua Cardoso de Almeida, 1005, casa 6
CEP 05013-001 – Perdizes – SP
www.ajb.org.brajb@ajb.org.br

by Elav