Associação Junguiana do Brasil 25 Anos

Livros

Abaixo disponibilizamos uma lista de livros publicados por membros da AJB sobre temas relacionados à Psicologia Analítica.

  • Imagem Livro

    MYTHS AND LEGENDS FROM BRAZIL.
    IN: CELEBRATING LATINO FOLKLORE: AN ENCYCLOPEDIA OF CULTURAL TRADITIONS

    Maria Herrera-Sobek (Editora)
    Carlos Alberto Corrêa Salles

    Folklore is an important affirmation of the cultural identity of the Latino people—one they are proud to pass on to each new generation and share with the rest of the world. Latino folklore encompasses a great variety of genres, such as folk narrative, song, dance, speech, food, clothing, children's games, theater, riddles, folk belief, folk medicine, and folk religion.

    2012



  • Imagem Livro

    CONFESSAR COM O DIABO - A Dimensão Arquetípica da Religiosidade.

    Carlos Alberto Corrêa Salles

    Com propriedade e erudição, o autor cita exemplos da história e da mitologia comparada para ilustrar as transformações da imago Dei, ao longo do tempo, afirmando que o homem “teria criado Deus à sua imagem”, e que haveria um culto do sofrimento e de falsos mártires na tradição cristã. Estabelece paralelos entre conceitos da teoria de Jung, a questão do sagrado, do numinoso, e os fenômenos religiosos. Menciona que instituições religiosas, como as demais organizaçõe s sociais, podem se tornar demoníacas ou instrumentos de dominação social, sucumbindo às aspirações pelo poder. “Confessar com o diabo” é uma análise da perplexidade do homem comum frente às seitas religiosas e ao sagrado.

    2012



  • Imagem Livro

    Estudos sobre a Homossexualidade - Debates Junguianos

    Carlos Alberto Corrêa Salles (Organizador)
    Jussara Maria de Fátima César e Melo (Organizadora)
    Gustavo Barcellos
    Ítalo Mudado
    Denise Amorelli Silveira
    Vittorio Lingiardi

    Autêntico, envolvente, corajoso. O livro Estudos sobre a homossexualidade: debates junguianos questiona os conceitos simplistas e abre caminho a novos e relevantes debates. Resultado das palestras realizadas no XII Simpósio da AJB, promovido pelo Instituto C. G. Jung - MG, trata-se de uma leitura oportuna e necessária nesses tempos em que é fácil rotular, árduo estudar e investigar os complexos processos internos que permeiam a vida de cada um. Da análise das relações amorosas na Grécia Antiga, passando pelos conceitos e preconceitos até os dias de hoje, o texto traduz a nova visão da homossexualidade não apenas como uma orientação sexual, mas principalmente como uma preferência afetiva.Na trama complexa de emoções, sentimentos, desejos, fantasias, o livro ajuda a dissolver preconceitos e equívocos e revela-se como importante fonte para compreendermos essa busca de todos nós, que é viver a bem-aventurança, a dignidade e a liberdade de fazer nossas próprias escolhas amorosas, tomando consciência do feminino e do masculino que mora em cada ser.

    2011



  • Imagem Livro

    Nos sertões de Guimarães Rosa

    Carlos Alberto Corrêa Salles (org.)

    A idéia de organizar este volume surgiu, inicialmente, em debates promovidos pelo Instituto C. G. Jung com os autores sobre suas andanças pelos sertões de Guimarães Rosa. Não são os sertões “de se pegar”, como dizia Carlos Drummond de Andrade nem os de Euclides da Cunha, mas os de outra natureza fantástica e imaginária. Guimarães Rosa menciona que “o mundo, meus filhos, é longe daqui”, longe das Minas Gerais. São os sertões das guerras dos jagunços onde o bem e o mal se confundem. Onde o rio tem uma terceira margem que existe e não se situa em nenhum lugar. Onde o mais simples, O Burrinho Pedrês, se torna o herói das aventuras. Onde habitam os casais dos pássaros manuelzinho-da-croa. Onde há veredas. Das aventuras de Riobaldo e Diadorim. São os do sertanejo com seu linguajar e expressões próprias. Dos “causos”. Não é “caso”, que diz respeito a fatos, ocorrências, mas “causos” da literatura oral mineira, nos quais o fato em si não importa, mas sua versão. Um bom causo mineiro tem que ter necessariamente algo fantástico, absurdo, e se tiver humor, tanto melhor. Este gênero da literatura se desenvolveu principalmente com os tropeiros que conduziam gado pelos sertões. Nas paradas para arranchar ao redor do fogo, com café com rapadura, os contadores de histórias se revezavam contando suas histórias. Desta forma, os autores deste livro em suas paradas os convidam para ouvir seus causos sobre os sertões.

    2011



  • Imagem Livro

    Tornar-se quem se é: a constelação do Self no jogo de areia

    Edna G. Levy

    O Sandplay-jogo de areia viabiliza uma visão concreta do processo do inconsciente, sendo eficaz tanto como terapia auxiliar do processo analítico quanto como um processo autonômo. A análise de um processo terapêutico no jogo de areia feita de forma abreviada, tendo como objeto de análise somente o CENTRO dos cenários, possibilita alcançar uma visão panorâmica dos estágios do desenvolvimento psíquico. É claramente observável a reordenação da personalidade desde o início, o confronto com a sombra, a diferenciação dos opostos e a possível constelação do Self. Por meio do jogo de areia surge uma nova relação do individuo com a sua imaginação e com o seu eu interior, ganha uma nova sensação de seu valor e força, pois literalmente a vê em seus cenários. A união dos opostos é o que se concretiza na caixa de areia e ela assume a função transcendente dentro do processo terapêutico, com o jogo de areia, ao desempenhar o papel de diálogo entre consciente e inconsciente. Trazer para a concretude o mundo inconsciente nos ajuda a alcançar a consciência, reconhecendo a própria condição e possibilitando a realização das transformações necessárias.

    2011



Instituto de Psicologia Analítica de Campinas
Instituto C.G. Jung Minas Gerais
Instituto Junguiano do Paraná
Instituto Junguiano do Rio Grande do Sul
Instituto Junguiano do Rio de Janeiro
Instituto Junguiano de São Paulo
Instituto Junguiano de Brasília
Instituto de Psicologia Analítica da Bahia

Associação Junguiana do Brasil - AJB - Todos os direitos reservados

Rua Cardoso de Almeida, 1005, casa 6
CEP 05013-001 – Perdizes – SP
www.ajb.org.brajb@ajb.org.br

by Elav